sobre nos

A PanoSocial atua com responsabilidade pública e ambiental, promovendo a reintegração profissional de ex-detentos na produção de roupas, acessórios e uniformes utilitários feitos com matéria-primas ecológicas e métodos produtivos sustentáveis. 

Com oficina própria desde 2016 e contratações diretas e indiretas de egressos do sistema prisional como também indicando para rede parceira. Neste ano de 2019 os colaboradores contratados estão alocados nesta rede de produção. Empresas e oficinas homologadas e acompanhadas criteriosamente. Estas parcerias possibilitam aumentar o impacto positivo por meio da oportunidade de trabalho digno e profissionalização do ramo de confecção.

Com a abertura do mercado chinês se estabeleceu um cenário de exploração e falta de profissionais no ramo de confecção. 

Com tudo a PanoSocial nasceu para promover soluções para minimizar estes impactos; sendo elas:

A utilização de matérias-primas ecológicas — principalmente o algodão orgânico, e processos produtivos sustentáveis no desenvolvimento de roupas e uniformes. Minimizando impactos ambientais. 

E a capacitação e empregabilidade de ex-detentos — que aponta soluções sociais a partir da profissionalização no ramo de confecção; onde existe falta de mão de obra especializada, assim, contratando ex-detentos se abastece o mercado gerando renda pelo incentivo ao trabalho digno, redução da violência urbana e reincidência criminal como também a promoção da paz social.  

Existe uma falta de mão de obra no ramo de confecção enquanto ex-detentos tem uma grande dificuldade de encontrar oportunidade de trabalho digno, assim nasceu a Panosocial, para conectar uma necessidade a uma demanda.

Em 5 anos de atuação e como percursores deste movimento a PanoSocial empregou em contratações diretas e indiretas, para trabalho fixo e temporário: 30 pessoas egressas do sistema prisional.